quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Renault Grand Scénic: nova opção na área


As minivans chegaram causando barulho no início do século 21. Até então pouco populares no país, Renault Scénic, Citroën Xsara Picasso e Chevrolet Zafira rapidamente conquistaram a preferência dos adeptos das eternas peruas. Com o lançamento de modelos mais compactos, como a GM Meriva e a Fiat Idea, não demorou para que a imprensa especializada condenasse as stations-wagons à morte.

Contrariando as expectativas, porém, as peruas continuaram na ativa e as minivans acabaram perdendo o brilho de outrora, em parte pela carência de lançamentos. Mas, aos poucos, o segmento pode estar voltando aos bons tempos. Prova disso é a apresentação da Grand Scénic, que, apesar do nome, em nada lembra sua “irmã” paranaense. Importada diretamente da França, o modelo terá como principal concorrente a veterana Zafira, cujo preço pode chegar a aproximadamente R$ 85 mil.

O modelo, que também comporta sete passageiros, conta com uma ampla lista de equipamentos de série: airbag duplo, freios com ABS e EBD (distribuição de frenagem), ar-condicionado digital, sensores de chuva, estacionamento e luminosidade, transmissão automática, direção elétrica e chave em forma de cartão são apenas algumas das comodidades oferecidas pela Renault. Como opcionais, o comprador tem à disposição o teto solar panorâmico e bancos revestidos em couro.

Apesar da sensação de dejà-vu por conta do uso de peças comuns à outros modelos da marca, especialmente no interior do carro, a Grand Scénic agrada. Com um propulsor de 2-litros e 16 válvulas que desenvolve 138 cv – o mesmo utilizado no Mégane Sedan –, a minivan atinge os 195 km/h, segundo dados da própria montadora.

Tudo isso por R$ 87.990, pouco mais do que o valor pedido pela Chevrolet para a sua representante. E ainda nesse semestre o segmento recebe outra novidade proveniente da terra do croissant, a Citroën C4 Picasso (já testada pelo Motor Haus, veja aqui). Essa briga promete!

Até a próxima!

Vitor

2 Comentários:

saviomachado disse...

Voce tem razão Vitor. Gostei sim. Ficou bem "poderosa", imponente. A traseira me fez lembrar o Sandero. As sinaleiras e tampa traseira estão muito parecidas. Comparando as vans, acho que a C4 Picasso é bem mais bonita. Gostei da cor do amarelo queimado.
Um abraço.
SAVIOMACHADO

Blog F1 Grand Prix disse...

Li há alguns meses na Quatro Rodas que a Zafira havia recuperado a liderança nesse segmento, passando o próprio Scénic. Talvez essa versão nova seja a cartada da Renault para reagir. Não sou muito fã das station-wagons, mas a categoria é realmente muito prática para as famílias. Daqui a uns quinze anos, portanto, talvez eu pense em ter uma delas...

Grande abraço!

Gustavo Coelho

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO