sexta-feira, 30 de maio de 2008

Test-drive: Volkswagen Touareg V8


Foto: Vitor Matsubara

A oportunidade era única. Testar o Volkswagen Touareg V8, um dos veículos top de linha da marca mundo afora, já é uma oportunidade ímpar. Enfiá-lo sem dó na lama, então, é praticamente um convite irrecusável. Assim como a grande maioria dos SUV (sigla para Sport Utility Vehicles), o VW é visto com freqüência nos centros urbanos, porém muitos de seus proprietários jamais colocaram seus “jipões” em trilhas acidentadas. Ou seja, o cenário ideal para verificar o comportamento do bólido em seu suposto “hábitat natural”.

Aclamado pela imprensa especializada internacional, incluindo premiações na Alemanha, Japão, Estados Unidos e Canadá, o carro ainda tem vendas tímidas por aqui. Para se ter uma idéia, até setembro de 2007, apenas 58 unidades haviam sido comercializadas. Em um mercado guiado pelo design, a discrição germânica do Touareg impede um desempenho melhor. Mas basta guiar o veículo para descobrir que suas qualidades estão muito além do que os olhos podem ver.

O status pode até pesar (e muito) nos segmentos mais luxuosos – que o diga o Phaeton, modelo requintado da marca que foi um fracasso na Europa –, mas é bom avisar que os badalados Porsche Cayenne e Audi Q7 compartilham a mesma plataforma com o Touareg. No caso específico do Porsche e do VW, ambos são produzidos na mesma planta, situada em Bratislava, na Eslovênia, sendo que os Cayennes são encaminhados para a cidade alemã de Leipzig apenas para o acabamento final. Qualidade, portanto, não falta para o Volkswagen.

Os predicados do SUV podem ser notados em qualquer tipo de terreno, até mesmo em uma pista off-road. Reduzida engatada, o primeiro obstáculo é a caixa de ovos, com desníveis alternados que jogam o carro para um lado e para o outro. Porém, com a regulagem pneumática da suspensão, que ajusta a altura livre do solo automaticamente, e os sensores que detectam a perda de força em uma das rodas e a distribui entre os eixos, o trecho é transposto com facilidade e conforto.

Na ponte, um simples toque de botão recolhe os espelhos retrovisores, e o computador de bordo informa quantos graus e para qual lado o motorista está virando o volante. Após o tanque de lama, chega a hora da inclinação lateral. De acordo com Felipe Clauset, instrutor do Curso Quatro Rodas Off-Road, o carro suporta até 45º (!) sem riscos. Novamente, o esperto computador informa se o Touareg está próximo de seu limite ou não.

O próximo obstáculo é uma íngrime rampa de terra. Piso fundo no acelerador e o Touareg responde de prontidão. Em um piscar de olhos, já estamos descendo em reduzida, sem qualquer intervenção nos pedais. Basta alinhar o carro e assistir a tecnologia dar o seu show particular. A caixa de areia e as pedras são superadas e chegamos à temida gangorra. O objetivo é acelerar o 4x4 até que o peso do veículo force o obstáculo para baixo.

Uma vez nela, é difícil enxergar o que está à frente, já que a dianteira do carro encontra-se embicada para cima durante alguns segundos. De repente, tudo desce e vêm a pancada seca no chão. Mais uma vez, a suspensão absorve bem o impacto, e, após uma curva fechada, Clauset desliga todos os controles para "sentir" o carro. São 350 cavalos de potência nas mãos do condutor, e aproveito para acelerar mais forte. O carro ganha velocidade de forma incrível, mesmo na terra.

Como se vê, poderíamos ficar falando por horas a fio sobre as qualidades do Touareg. Equipamentos de série, opcionais, motor, estabilidade, tudo é superlativo nesse SUV. Esse é o Touareg. Um veículo que encanta pelos detalhes, sobretudo por aqueles que os olhos não vêem.

Até a próxima!

Vitor

2 Comentários:

Priscilla Bar disse...

Menino,

E nao é que ao final vc testou o tal do Touareg...Nunca mais esqueço aquele Pod...hahahaha.

bjs

Carol_Zigler disse...

Oi Vitor, muito obrigada por visitar meu blog, vou tentar manter o mais atualizado que eu puder. Mas, conte-me, o que mais lhe agrada na Alemanha? E, você gostando de Futebol Internacional, qual é o seu time lá na terra do Ballack? Bjs, prometo visitar mais vezes (desculpa o comentário nada a ver com o seu post)

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO