quarta-feira, 16 de abril de 2008

Fiat 500: de Minas para o mundo?


Foto: Stevan Paiva/CarSale


Não é de hoje que a mão-de-obra brasileira é uma das favoritas das grandes corporações. Com baixos custos, muitas empresas decidem marcar território em nosso país, que oferece incentivos fiscais para atrair novos investidores. E enquanto a Hyundai pensa sobre a proposta do Rio de Janeiro para erguer uma fábrica em solo fluminense, a Fiat parece já ter seus próximos passos traçados.


Além da produção do Linea, a planta de Betim (MG) também pode fabricar um dos maiores sucessos recentes da fabricante de Turim: o Cinquecento, ou simplesmente 500. Chamado de "o iPod da Fiat" pelo presidente da empresa, Sergio Marchionne, o pequeno carro é um sucesso de vendas na Europa. O frisson causado pelo carismático compacto pode ser comparado ao de outro estandarte da onda retrô sobre rodas, o New Beetle, desejado e admirado por onde passa até hoje.

Equipado com propulsores que variam entre 1,2 e 1,4 litro, o 500 conta também com uma versão mais apimentada, denominada não por acaso de Abarth. O nome vem de Carlo Abarth, projetista que nos anos 50 ganhou fama por preparar os carros da marca italiana, especialmente os que disputavam ralis.


Mas antes que você, caro leitor ou leitora, se anime e comece a juntar suas economias, um aviso: assim como faz a Mercedes-Benz com o CLC (fabricado em Juiz de Fora, também em Minas Gerais), são poucas as chances de a Fiat comercializar o Cinquecento no Brasil. Além da tal mão-de-obra barata citada no primeiro parágrafo, a decisão dos italianos seria motivada pelo desejo de lançá-lo nos Estados Unidos.


Atualmente, as plantas de Turim (Itália) e Tichy (Polônia) fabricam o carrinho, sendo toda a produção é destinada para o Velho Continente. Com as fábricas tendo dificuldades para suprir a demanda européia e a valorização do Euro sobre o Dólar, a saída para levar o 500 aos norte-americanos passaria pela América do Sul. A dúvida paira sobre Argentina ou Brasil, mas flagras como o realizado pelo leitor do site CarSale Stevan Paiva podem ser a prova de que a decisão já foi tomada.

Até a próxima!


Vitor

2 Comentários:

julinhapoli disse...

Vi eu queria um desse....de verdade não tem previsão para lançamento no Brasil?

Juliano "Kowalski" Barata disse...

Ah SE vendessem por aqui...!! fico imaginando ele com a pintura Abarth, branca e vermelha...

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO