sábado, 12 de janeiro de 2008

Audi TTS: máquina germânica



Existem carros que parecem beirar a perfeição. Seja no design ou na motorização, alguns veículos exibem inúmeras qualidades praticamente irretocáveis, veredicto que se torna quase que um senso comum entre imprensa e fãs. O premiado Audi TT é uma dessas máquinas.

Alvo de elogios por conta de seu desenho arrojado e futurista, o coupé esportivo arrebata corações desde sua primeira geração, lançada há exatos dez anos. Além do seu estilo contemporâneo, característica que se manteve na segunda geração apresentada em 2006, desempenho nunca faltou ao esportivo.

Mesmo assim – e para a nossa felicidade – os alemães nunca parecem estar satisfeitos. Por isso, a marca das quatro argolas apresentará no Salão de Detroit o TTS, versão mais nervosa que carrega em seu nome uma letra de respeito em Ingolstadt – ainda que os verdadeiros bólidos mereçam um sobrenome ainda mais exclusivo, o “RS”. Visualmente, as diferenças em relação ao TT “normal” se limitam a detalhes como a saída dupla de escape e entradas de ar maiores na dianteira.

Por dentro, o revestimento em couro pode ser nas cores preta ou caramelo, e, assim como ocorre no Porsche 911, o painel é equipado com um sugestivo cronômetro na tela de navegação. Mas o principal destaque está sob o capô: o bom propulsor de 2-litros e injeção direta de combustível (FSI) sofreu alterações e agora rende 272 cv, ante os 200 cv da versão mais comportada.

No ato da compra, o aspirante a piloto pode optar pela transmissão manual ou pela S-Tronic, que forma um ótimo conjunto com a tração integral quattro. Tantos predicados são suficientes para que o coupé acelere de 0 a 100 km/h em 5,2 segundos e atinja a velocidade máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente. Com ou sem restrições, o TTS já nasce com status de clássico e integra a seleta lista dos carros de sonho. Fica a pergunta: quando essa beleza desembarca por aqui, hein?

Até a próxima!

Vitor

4 Comentários:

Blog F1 Grand Prix disse...

Cara, para dirigir esse carro tem que ser piloto mesmo! E respondendo a sua pergunta: aposto com você que a Audi leva um TTS desse para o Salão do Automóvel, lá no fim do ano. Estou torcendo para que o evento seja junto da Fórmula 1. Só assim vou ter uma chancezinha de conferir esse e outros carrões...

Grande abraço!

Gustavo Coelho

Renato Bellote disse...

Eu gostei. Mas ainda prefiro o BMW Z4 M Coupé.

abs

Felipe Maciel disse...

O TT é um dos carros mais belos do mundo sem dúvida. E você falando desse jeito parece que ele é ainda mais incrível do que eu já imaginava.

Grande máquina!

abs

Priscilla Bar disse...

Jesus!!Precisa disso tudo!!!??rs

Lindo de morrer viu?!

Meu primeiro carro aqui foi um AUDI90,tava inteirao,heheh..dava trabalho por causa das peças,mas era "bao".Como esse dai só pra olhar mesmo..hahahaha

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO